A importância do check-up, exames preventivos na detecção de doenças em estágio inicial

Gostou? compartilhe!

A importância do check-up, exames preventivos na detecção de doenças em estágio inicial

Devemos ter o costume de realizar check-ups pois ajudam a detectar doenças em estágio inicial e a salvar vidas. O check-up médico é um conjunto de ações, as mesmas vão detectar problemas de saúde antes que os mesmos mostrem algum sinal, o check-up previne doenças.

Os brasileiros não têm muito costume de realizar check-ups. Para dar um exemplo, graças aos exames preventivos, nos últimos 10 anos houve uma queda de 30% nas mortes em decorrência do câncer de mama.

Nos homens, cerca de 70% a 90% dos tumores malignos de próstata podem ser curados quando detectados precocemente, e muitas outras patologias podem ser detectadas e prevenidas.

EXAMES PREVENTIVOS

Na literatura médica não temos um relato preciso de quando devemos iniciar os exames preventivos.

Deve-se ter como base se a pessoa é fumante, está com sobrepeso ou obesidade, se possui antecedentes familiares de patologias recorrentes ou sedentarismo, deve-se iniciar uma rotina de exames a partir dos 30 anos, com acompanhamento médico.

No caso de resultados dentro dos limites da normalidade, os exames devem ser repetidos a cada dois anos e se alterados, semestralmente ou a critério do médico.

Quando não há antecedentes familiares, ou fatores de risco, deve-se iniciar os exames após os quarenta anos de idade e devem ser repetidos a cada ano, ou a critério de seu médico.

Para pacientes portadores de doenças crônicas deve seguir a orientação de seu médico.

Exames a serem realizados por homens e mulheres na hora de se fazer um check-up:

  • Glicemia: dosagem dos níveis de açúcar no sangue, para diagnóstico da diabetes ou das hipoglicemias.
  • Perfil Lipídico: dosagem das gorduras circulantes, incluindo o Colesterol total, HDL-Colesterol (Colesterol bom), LDL-Colesterol (Colesterol ruim) e Triglicérides.
  • Hemograma: permite a avaliação da presença de anemia, infecções ou problemas relacionados ao número das plaquetas.
  • Ureia e creatinina: avaliam a função renal.
  • AST e ALT: permitem diagnosticar sofrimento do fígado.
  • Eletrólitos: Sódio, Potássio, Cálcio, Fósforo e Magnésio.
  • EQU: exame de urina.
  • EPF: exame de fezes.
  • PSA: exame para detecção de câncer de próstata.
  • Papanicolau: preventivo para câncer de colo de útero.

Ressaltamos que o acompanhamento de seu médico é fundamental, antes de executar qualquer exame, pois a avaliação dos resultados e o acompanhamento deve ser feito por seu médico, a manutenção de sua saúde depende de bons hábitos de vida, a medicina hoje dispõem de grande arsenal para diagnosticar e tratar inúmeras doenças, a pessoa tem que ter consciência de sua parte na prevenção e cuidados com sua saúde e na manutenção de uma vida saudável.